Educação

Pessoas com deficiência terão mais acesso ao ensino superior no Piauí após lei

A Lei 13.409 dá às pessoas com deficiência, o mesmo direito a utilizar o sistema de cotas que as pessoas negras

06/01/2017 - Atualizado em: 06/01/2017, 10:26 Publicado por: Juliana Andrade Repórter: Juliana Andrade
Secretário Mauro Eduardo(Foto:Divulgação)

Secretário Mauro Eduardo (Foto:Divulgação)

O ano de 2017 inicia de forma positiva para as pessoas com deficiência, com a possibilidade de mais acesso às vagas nas instituições de ensino superior federais. A medida foi assinada pelo presidente da República Michel Temer, no último dia 28 de dezembro.

A Lei 13.409 de 28 de dezembro de 2016 dá às pessoas com deficiência, o mesmo direito a utilizar o sistema das cotas para o ensino superior que as pessoas negras e indígenas têm.O secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo Cardoso e Silva, disse que o ato foi uma decisão acertada do Governo Federal.

“O Governo atendeu uma reivindicação muito antiga deste segmento”,  falou Mauro Eduardo ressalta ainda que o próximo passo é trabalhar a inclusão da Universidade Estadual do Piauí – Uespi, no sistema de cotas para pessoas com deficiência.Para o secretário, a importância da medida é permitir mais o acesso das pessoas com deficiência à educação de nível superior.

“Uma pessoa com deficiência quando vai prestar uma prova para uma universidade ou concurso tem uma grande desvantagem se comparada com as pessoas ditas normais. A inclusão no sistema de cotas torna mais equilibrada esta disputa”, comenta.

Outro ponto positivo apontado por Mauro Eduardo, o maior acesso à educação é muito positivo para as pessoas com deficiência. Ele disse que amplia a possibilidade de trabalho para este público, o que é fundamental para o desenvolvimento do Piauí. “Afinal, a educação é a base e o alicerce para tudo, família, desenvolvimento pessoal e profissional”, finaliza.

comentários