Estilo de vida

Educação infantil: dicas de como escolher a melhor escola para o seu filho

Recomenda-se buscar uma instituição que ofereça um bom aporte pedagógico, uma formação crítica e profissional

09/01/2017 - Atualizado em: 09/01/2017, 12:41 Publicado por: Edrian Santos

Um dos grandes conflitos dos pais ao final do ano letivo é decidir se os filhos permanecem na escola de educação infantil em que se encontram ou se é melhor buscar outra metodologia. Para a psicopedagoga infantil Juliana Gatto, o debate se estabelece em um momento de crise de valores e de dificuldades de relação entre família e escola. “Com isso, se concretiza o desejo de um diferencial e a busca de uma escola que ofereça desafios sociais, tecnológicos e educacionais”, explica.

Especialista diz que escola deve oferecer desafios sociais, tecnológicos e educacionais (Foto: Reprodução Doutíssima)

Especialista diz que escola deve oferecer desafios sociais, tecnológicos e educacionais (Foto: Reprodução Doutíssima)

Ao escolher uma escola para os filhos, é recomendado buscar um local que, além de oferecer uma boa educação pedagógica, ajude na formação de um cidadão consciente, independente e crítico. “Essa escola deve ser capaz de gerar nos alunos capacidades para conviver com as diferenças individuais, oportunizando com isso a geração de novos valores, como a solidariedade e o amor ao próximo. Ao mesmo tempo, que proporcionam que os alunos tenham habilidades para os exercícios de suas atividades profissionais”, diz a especialista.

Outras questões são importantes para se considerar, na opinião da psicopedagoga, como: optar por uma escola que oportuniza ao aluno escrever sem ter medo de errar e que ensina que ouvir e falar na hora certa são necessários para poder saber argumentar. “A escola deve ainda ter tecnologia moderna, deve instigar a curiosidade, tem que ter lazer e segurança, uma equipe comprometida com a vida educacional de seus alunos. Precisa ainda estar antenada com a língua universal que é o inglês e oferecer outros idiomas”, completa Juliana Gatto.

MAIS IMPORTANTE

Faça uma lista do que é essencial para você e para o seu filho. Considere desde estrutura e profissionais, passando por distância da sua casa e cursos extracurriculares. Coloque tudo em ordem de prioridade, para facilitar na hora da escolha.

PERFIL ESCOLAR E FAMILIAR

É importante ter em mente qual o perfil e estilo da sua família. Exemplo: se for uma escola religiosa, veja se a doutrina está em sintonia com o que vocês acreditam. Isso vale ainda para outras questões, como linha educacional.

AVALIE VÁRIAS ESCOLAS

Quanto mais escolas você visitar, mais seguro estará em relação à decisão que tomou. Tire todas as dúvidas com os profissionais e analise se a estrutura atende a todas as necessidades do seu filho. Se puder, leve a criança pelo menos em algumas dessas visitas, para ver como ela se sente nestes ambientes.

RELAÇÃO COM OUTROS PAIS

Converse com outros pais para ter outras visões sobre a instituição. Aproveite para esclarecer questões como merenda, método de ensino e postura dos profissionais.

FINANCEIRO

Além da mensalidade, considere outras questões financeiras, como o padrão de vida dos alunos. É importante olhar isso para que a criança não desenvolva um senso de inferioridade, caso vocês não possam acompanhar os hábitos da comunidade escolar em geral.

HORÁRIOS

Analise os horários da escola, especialmente se os pais trabalharem fora e precisar buscar a criança um pouco mais tarde.

Fonte: Doutíssima
comentários