Entretenimento

Por falta de verbas, carnaval das escolas de samba de Teresina pode chegar ao fim

“É triste saber que algo que damos todo o coração para realizar pode acabar por falta de investimento”, afirma presidente de escola de samba

11/01/2017 - Atualizado em: 12/01/2017, 09:00 Publicado por: Juliana Andrade Repórter: Juliana Andrade

O tradicional carnaval das escolas de samba de Teresina presencia mais uma vez dificuldades para conseguir investimento, tanto da Prefeitura como do Governo do Estado, para realização dos desfiles carnavalescos. Na manhã desta quarta-feira (11/01) a Liga das Escolas de Samba de Teresina se reuniram com o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo(PT), na tentativa de conseguir recursos para a folia de Momo.

9f3d1684ef_media

Reunião com a liga das escolas de samba de Teresina e o secretario de cultura Fábio Abreu (Divulgação)

De acordo com a assessoria da Secretaria de Cultura do Estado estiveram presentes na reunião, presidentes das escolas de samba e o atual secretário de cultura mas que nada ficou definido. “Hoje teve uma reunião com os presidentes das escolas de samba, Sambão, Mocidade Alegre do Parque Piauí, Skindô, Unidos da Santana, Galo Tricolor e Brasa Samba. O que ficou decidido é que eles irão atrás de emenda parlamentar, com os deputados, para o custeio do desfile. O secretário Fábio Novo disse que o governo e a secretaria não têm como custear isso”, conta.

“FIZ EMPRÉSTIMO NO MEU NOME”

O OitoMeia conversou com o presidente da Liga das Escolas de Samba, João Carlos de Lucena, que contou sobre as dificuldades enfrentadas pelas escolas todos os anos. “Não vem de hoje essa falta de apoio do poder público com o carnaval teresinense, em especial com as escolas de samba. Todos os anos temos dificuldades de colocar a escola na rua. Já cheguei a fazer empréstimo em meu nome para poder sair no desfile”, relata.

12651367_224593337883266_1700051970236469295_n

Escolas já se preparavam para o desfile do carnaval de 2017 (Reprodução/Facebook)

Segundo João Carlos, as ligas das escolas de samba reuniram-se e chegaram a discutir a possibilidade de não haver mais carnaval de escolas de samba em Teresina. “Somos quase 60 mil pessoas apaixonados pelo samba e é triste saber que algo que damos todo o coração para realizar pode acabar por falta de investimento. Mas já decidimos, se não conseguirmos verbas para esse carnaval, não haverá mais desfile de escolas de samba em Teresina”, conclui.

Os presidentes das escolas de samba buscarão uma última alternativa para conseguirem realizar o desfile em Teresina. A liga entrará em contato com os deputados do estado para solicitarem verbas parlamentares para o custeio e despesas do carnaval de escolas de samba.

comentários