27/03/2017 (86) 98119-5253

Edjalma Borges

Elmano fala ao OitoMeia sobre PMDB se aliar a W.Dias e se mostra ‘em cima do muro’

10/02/2017 - Atualizado em: 10/02/2017, 13:58 Publicado por: Edjalma Borges
Elmano fala ao OitoMeia sobre PMDB se aliar a W.Dias e se mostra 'em cima do muro'

Elmano Ferrer oficializando sua filiação ao PMDB, em Brasilia, nesta terça-feira (31/01) (Foto: Divulgação)

O senador Elmano Férrer parece não estar interessado em ouvir os conselhos do presidente da Assembleia, Themístocles Filho, que essa semana disse que o recém filiado ao PMDB devia ser ouvido sobre a participação dos pemedebistas no governo de Wellington Dias (PT).

Desde que se juntou ao partido do presidente Michel Temer no dia 31 de janeiro, o senador não tem ido a Teresina e afirma não entrar no mérito da questão envolvendo o apoio do PMDB ao governo do Piauí e da candidatura de João Henrique Sousa ao governo em 2018.

De que lado o senhor vai ficar?

“Não, não…eu não entre nesta discussão. Tanto é que depois da minha filiação ao PMDB não fui a Teresina ainda. Não vou, pelo ao menos a princípio, entrar nesta discussão. O PMDB sempre teve correntes, como agora, que tem um lado que quer apoiar o governo e outro liderado pelo João Henrique que quer disputar o governo em 2018. Não vou entrar nisso. Acho que é um direito da democracia interna do partido. Como sou neófito, sou novato, recém-chegado, não vou entrar nisso”, declarou Elmano, enquanto aguardava para cortar o cabelo na barbearia do Senado.

Líderes petistas contrariam Lula e politizam morte de dona Marisa

03/02/2017 - Atualizado em: 03/02/2017, 14:52 Publicado por: Edjalma Borges

Em sua versão online desta sexta-feira (03), líderes petistas na Câmara dos Deputados atribuem morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia, a perseguições políticas ao ex-presidente Lula.

Os líderes politizaram a morte, ao contrário do que queria o ex-presidente Lula, que tem instruído a cúpula do partido a evitar o uso político da morte da ex-primeira-dama.

O ex-chefe de gabinete do ex-presidente, Gilberto Carvalho pediu “serenidade” em mensagem enviada a petistas na manhã de quinta-feira (2). “Lula está neste momento no hospital esperando dr. Kalil chegar, para a última análise da situação, ver a possibilidade de doação de órgãos e deixá-la ir pra junto de Deus. Vamos manter a serenidade e mandar boas energias para que ela possa fazer seu trânsito com espírito sereno, em paz e com muito Amor”.

Lula agradeceu as manifestações de apoio à recuperação de Marisa. No Facebook, disse que a família autorizou os procedimentos para doação dos órgãos:

67% dos brasileiros não leem jornais, aponta pesquisa

23/01/2017 - Atualizado em: 27/01/2017, 14:51 Publicado por: Edjalma Borges
67% dos brasileiros não leem jornais, aponta pesquisa

Dentre os que leem jornais pelo menos 1 dia na semana, 66% priorizam a versão em papel e 30% a versão digital

A leitura de jornais não tem sido um dos maiores hábitos dos brasileiros, segundo levantamento feito pelo Ibope a pedido da Secretaria de Comunicação Social (Secom) do governo federal. Apenas 8% dos entrevistados disseram ler as publicações todos os dias.

Dentre os que leem jornais pelo menos 1 dia na semana, 66% priorizam a versão em papel e 30% a versão digital. Os leitores da versão impressa alimentam 1 hábito antigo: 49% compram os jornais nas bancas de revista. Apenas 16% têm assinatura.

Os jornais mais lidos, segundo pesquisa, são das regiões Sudeste e Sul. Com exceção do jornal A Tarde, da Bahia – Região Nordeste.

Abaixo, os jornais mais lidos:

Mídia

 

Embora 49% dos entrevistados tenham a internet como 1 dos 2 principais meios pelos quais procuram informações, sites, blogs e redes sociais são tidos como pouco confiáveis pela população. TVs, jornais e rádios lideram no quesito. Eis uma tabela com a taxa de confiabilidade de cada 1 dos meios.

Confiabilidade

A pesquisa foi realizada de 23 de março a 11 de abril de 2016. Os dados, entretanto, só foram disponibilizados em dezembro de 2016. Foram entrevistadas 15.050 pessoas em todos os estados.

Justiça Federal garante recursos para o Parque Nacional Serra da Capivara

19/01/2017 - Atualizado em: 19/01/2017, 08:56 Publicado por: Edjalma Borges
Justiça Federal garante recursos para o Parque Nacional Serra da Capivara

Pedra Furada. Foto: André Pessoa

Decisão deve gerar emprego e renda na região

Numa decisão de extrema importância para a integridade do patrimônio natural e cultural do Parque Nacional Serra da Capivara, além da geração de empregos e renda de forma sustentável, o juiz federal Pablo Enrique Carneiro Baldivieso, da Subseção Judiciária da Justiça Federal em São Raimundo Nonato (525 km de Teresina), determinou nesta quarta-feira (18), que cerca de R$ 780 mil reais sejam repassados imediatamente para a preservação da reserva federal.

A gerência e a aplicação desses recursos ficarão sob a coordenação da Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham), com a supervisão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Ministério Público Federal. A fundação é uma entidade científica que pesquisa na região há mais de 4 décadas e administra o parque nacional em regime de cogestão com o ICMBio. A instituição informou que os trabalhos serão executados através do planejamento entre os gestores do parque e órgãos parceiros.

A proposta e o efetivo processo contra a União foi uma iniciativa da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Piauí, que solicitou o bloqueio de recursos financeiros num total de R$ 4,4 milhões a fim de que a quantia fosse destinada, conforme planejamento e projetos, para manutenção e preservação da Serra da Capivara, considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. A participação proativa do Ministério Público Federal também foi importante para a decisão judicial. O procurador federal Kelston Pinheiro Lages teve papel decisivo no acompanhamento da integridade da Serra da Capivara e como parte do processo.

Os recursos chegam para fortalecer o Parque Nacional Serra da Capivara que é apoiado pela Petrobras e nos últimos meses vem contando com o apoio de vários organismos governamentais, entre eles o Governo do Piauí que decidiu fortalecer a unidade de conservação federal apostando numa espécie de gestão compartilhada entre diferentes instituições.

Nessa teia de parceiros em prol do parque estão o Ministério do Meio Ambiente, ICMBio, Governo do Piauí e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que vai realizar um encontro no parque na próxima semana com técnicos de diversos setores do Governo Federal e a visita da presidente do Iphan, Kátia Borgéa, do presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, da vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho e do ministro da Cultura, Roberto Freire.

A pesquisadora Niéde Guidon, que vem dedicando sua vida integralmente às pesquisas científicas, criação do parque, estruturação, divulgação e gerenciamento da reserva no Piauí, garantiu que a decisão do juiz Pablo Baldivieso é muito positiva e fundamental para manter o nível de excelência que sempre marcou os trabalhos na Serra da Capivara. “Com esses recursos poderemos proteger, conservar e manter a integridade cultural e natural desse parque maravilhoso para o Brasil e o mundo”, comemorou a arqueóloga.

Colaboração de André Pessoa em São Raimundo Noanto

Governo do Piauí vai transferir presos para prevenir ataques

18/01/2017 - Atualizado em: 18/01/2017, 09:32 Publicado por: Edjalma Borges

 

Governo do Piauí vai transferir presos para prevenir ataques

Foto: Divulgação

O governo do Piauí pretende mandar de volta para os estados de origem alguns dos presos que estão nas cadeias do estado. O Piauí, segundo o Setor de Inteligência do Governo Federal, possui cerca de 3.182 detentos em 15 unidades prisionais.

Ciro Nogueira gasta milhares de reais com passagens e refeições custeadas pelo Senado

16/01/2017 - Atualizado em: 16/01/2017, 11:10 Publicado por: Edjalma Borges
Ciro Nogueira gasta milhares de reais com passagens e refeições custeadas pelo Senado

Em um único final de semana, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) gastou R$ 2.000 em restaurantes. Foto: Sergio Lima / Folhapress

Ciro Nogueira (PP-PI) é um dos senadores que dobrou os gastos de seu gabinete em Brasília. Levantamento feito pelo Senado a pedido do jornal Folha de S.Paulo, revelou que o gabinete do senador custou aos cofres públicos, em 2016, R$ 560 mil mais o salário de R$ 34 mil e auxílios como o de moradia de R$ 5.500 mensais.

Em cota parlamentar, Ciro Nogueira gastou R$ 360 mil – em um ano, um senador do Piauí tem direito a R$ 466 mil.

Foram gastos R$ 38 em passagens, mais R$ 250 mil com hospedagem, alimentação e locomoção. O senador não gastou nada com divulgação da atividade parlamentar.

Em julho, por exemplo, Ciro Nogueira gastou R$ 5 mil com alimentação.  No dia 29, uma sexta-feira, ele pagou R$ 966 em uma refeição na tradicional churrascaria Rodeio, em São Paulo.  No domingo seguinte, dia 31, desembolsou R$ 978 no restaurante Bendito Fogão, na cidade de Picos.

Em setembro, o senador usou R$ 54 mil da cota parlamentar. Despesas com combustível de avião somaram R$ 38 mil. A verba de transporte aéreo prevista para senadores do Piauí é de quase R$ 24 mil por mês.

Além da cota parlamentar, Nogueira desembolsou R$ 200 mil dos gastos extras em 2016, dos quais R$ 133 em viagens oficiais.

Procurada pela Folha, a assessoria do senador Ciro Nogueira não havia se manifestado até o fechamento da edição do jornal.

Presidente do Iphan fará visita ao Parque Nacional Serra da Capivara

10/01/2017 - Atualizado em: 12/01/2017, 08:24 Publicado por: Edjalma Borges
Presidente do Iphan visitará o Parque Nacional Serra da Capivara a convite de deputado

Foto: Ascom Iphan

A presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) Kátia Bogéa, visitará o Parque Nacional Serra da Capivara no próximo dia 24 de janeiro. A informação é do deputado Paes Landim, que participou nesta terça-feira (10), em Brasília, de audiência com a presidente da entidade.

Dentre outros assuntos referentes ao meio ambiente, Landim solicitou maior atenção do instituto para com o Parque Nacional Serra da Capivara,

Kátia terá agora a oportunidade de conhecer o parque, que recentemente enfrentou sérios problemas financeiros para se manter. O Serra da Capivara, na região de São Raimundo Nonato, é um sitio arqueológico que agrupa os mais antigos vestígios de ocupação humana da América do Sul.

Segundo Landim, o parque já recebeu mais de R$ 2 milhões e meio do Ministério do Meio Ambiente.

Esta será a segunda visita de representantes de entidades relacionadas ao parque, a convite do deputado, como o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, que visitou o local cinco dias após ter assumido o ministério.

Nenhum deputado do Piauí compareceu às 94 sessões deliberativas da Câmara em 2016

08/01/2017 - Atualizado em: 08/01/2017, 12:31 Publicado por: Edjalma Borges
Nenhum deputado do Piauí compareceu às 94 sessões deliberativas da Câmara em 2016

Reunião da bancada federal do Piauí em Brasília. Foto: JR. Mourão

Apenas 23 dos 513 deputados compareceram a todas às 94 sessões deliberativas em 2016. Nenhum deputado do Piauí compareceu às sessões, que são reservadas à votação de medidas provisórias, projetos de lei e propostas de emendas à Constituição, de acordo com levantamento feito pelo site Congresso em Foco.

O número dos parlamentares que foram a todas às sessões do ano corresponde a 4% dos 576 parlamentares que exerceram o mandato em algum período em 2016.

O ano de 2016 foi de tensão na Casa: houve autorização para a abertura do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff; votação para a cassação do mandato parlamentar de Eduardo Cunha (PMDB-RJ); e conviveu com todos os recuos e sessões anuladas pelo então vice-presidente Waldir Maranhão (PP-MA) até que a votação para preencher o cargo de chefia da Câmara foi realizada, com a eleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O Piauí já teve o deputado federal mais assíduo da Câmara. Jesus Rodrigues (PT) liderou por mais de um ano comparecendo às sessões deliberativas.

Os 23 deputados que compareceram às sessões deliberativas da Câmara em 2016.

deputados-p-2016

Piauí está entre os cinco estados com risco de rebeliões em presídios

07/01/2017 - Atualizado em: 07/01/2017, 10:39 Publicado por: Edjalma Borges
Piauí está entre os cinco estados com risco de rebeliões em presídios

Foto: Divulgação

Ao menos 5 facções atuam em presídios do estado

Relatório dos serviços de Inteligência do governo federal classificaram como tensas a rotina nos presídios em cinco estados brasileiros nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Estados: Mato Grosso, Sergipe, Rondônia, Piauí e Ceará.

De acordo com o Ministério da Justiça, as maiores cadeias do país abrigam cerca de 80 grupos criminosos, quase todos dividem sociedade com o Comando Vermelho (CV), do Rio de Janeiro, e o Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, facções brasileiras com atuação nacional.

Facções que atuam no Piauí: PCC, Bonde dos 40, Primeiro Comando de Campo Maior (PCM), Primeiro Comando de Esperantina (PCE) e Facção Criminosa de Teresina.

Piauí tem déficit de quase 2 mil vagas no sistema prisional

04/01/2017 - Atualizado em: 04/01/2017, 08:22 Publicado por: Edjalma Borges
Piauí tem déficit de quase duas mil vagas no sistema prisional

Foto: Divulgação

O massacre ocorrido no presidido de Manaus, Amazonas, onde 56 detentos foram mortos nesta semana, trouxe à tona a fragilidades das unidades prisionais todo País. Foi o que mostrou levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que, entre outros problemas, revelou que há um déficit de vagas no país estimado em 250 mil.

O Estado do Piauí, por exemplo, com 16 estabelecimentos prisionais, tem 4.043 presos, sendo que o número de vagas é de 2.267, ou seja, um déficit de 78,3%. Destes, 63,2% são presos provisórios.

Outro dado preocupante é que 65% dos presídios brasileiros não possuem bloqueadores de celular ou detectores de metais, o que tem sido uma porta aberta para o crime. No Piauí 56% dos presídios a comunicação é livre, ou seja, sem bloqueadores de celular e raio x.

A ministra Carmén Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça se reúne nesta quarta-feira (4) com o ministro da Justiça, Alexandre Moraes para discutir soluções em resposta ao massacre em Manaus e a situação prisional no país.

pesquisar no blog