Allisson Paixão

Wellington Dias tem aprovação recorde; além disso, 84% têm orgulho em viver no Piauí, segundo pesquisa Amostragem

22/04/2017 - Atualizado em: 22/04/2017, 19:50 Publicado por: Redação OitoMeia

Na pesquisa encomendada junto ao Instituto Amostragem, divulgada pela TV Antena 10 na quinta-feira passada (20/04), além dos números com os pré-candidatos a governador, como já mostrado pelo OitoMeia, também há números sobre a avaliação do Governo Wellington Dias (PT).

Governador Wellington Dias tem aprovação recorde (Foto: Salomão Prado / OitoMeia)

Entre os destaques nos números está o recorde de aprovação da administração petista piauiense. Com toda a crise política, que envolve inclusive as maiores lideranças do Partido dos Trabalhadores, como o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, de quem W.Dias é um amigo pessoal –e não faz cerimônia alguma na hora de defendê-lo, seja no que for- o governador do Piauí registra uma histórica aprovação.

Segundo o levantamento, para a pergunta: “O(a) senhor(a) aprova o Governo do Estado (Governo Wellington Dias, PT)?”. 61,57% aprovam, 27% não aprovam e 11,43% não sabe ou preferiu não opinar. O resultado faz com que 54,27% dos entrevistados considerem que W.Dias merece ser reeleito.

Outro destaque: os piauienses estão com uma autoestima lá em cima quando perguntados se têm orgulho, se gostam de viver no Piauí. Diz a pesquisa que expressivos 84,34% dos piauienses têm orgulho, gostam de viver no estado. O reflexo disso: mais de 54% acreditam que sua expectativa de vida no Piauí vai melhorar.

A pesquisa Amostragem foi realizada entre os dias 24 a 27 de março deste ano e ouviu 1.137 eleitores de 47 cidades do Piauí. A margem de erro é de 1,85%, para mais ou para menos.

Confira todos os números com relação à administração Wellington Dias:

Aprovação do Governo do Piauí:
Aprova – 61,57%
Não aprova – 27,0%
Não sabe / não opina – 11,43%

Reeleição de Wellington Dias em 2018:
Merece – 54,27%
Não merece – 29,02%
Não sabe / não opina – 16,71%

Autoestima dos piauienses:
Têm orgulho, gosta de viver no Piauí – 84,34%
Indiferente – 9,32%
Tem vergonha, não gosta de viver no Piauí – 5,19%
Não sabe – 1,14%

Expectativa do piauienses sobre a sua vida no estado:
Vai melhorar – 54,71%
Vai ficar na mesma – 25,15%
Piorar – 15,22%
Não sabe / não opina – 4,93%

Jornalista questiona contrato de R$ 5 milhões assinado pela Seduc com a empresa Mobi Mark

20/04/2017 - Atualizado em: 20/04/2017, 17:13 Publicado por: Redação OitoMeia

A jornalista paranaense Joice Hasselmann (ex-Veja), casada com um médico piauiense e que vez por outra vem ao Piauí, decidiu comprar de vez a briga com o governador Wellington Dias (PT). Em um de seus vídeos mais recentes, publicados no Youtube, ela voltou a apontar sua metralhadora contra o Governo do Piauí. Desta vez tratando da secretaria estadual de Educação, que tem a frente a primeira dama e deputada federal licenciada Rejane Dias (PT).

Joice disse que tem recebido inúmeras denúncias contra Wellington e promete checar todas e divulgar em seu canal. A ‘bomba’ revelada pela jornalista trata de um suposto contrato sem licitação, no valor de R$ 5 milhões (para ser mais exato: R$ 5.330.046,00 – cinco milhões trezentos e trinta mil quarenta e seis reais), feito pela Seduc com a empresa Mobi Mark. Sob o CNPJ 11.455.066/0001-92, Mobi Mark é o nome fantasia, e Mobile Web Tecnologias e Sistemas LTDA, é o nome empresarial. O endereço: avenida Jockey Club, Nº 00299, Sala 107, bairro Jockey. Tem como sócios: Carlos Alexandre Ponte Neves e Antonio Marcos de Oliveira Sousa.

O objeto do contrato de número 132 / 2016 é o seguinte: “Manutenção de sistema integrado para combate à evasão escolar e ao bullying nas escolas da rede estadual de ensino, através da tecnologia móbile celular, com o uso de serviço integrado de mensagens interativas, ambiente web e desktop, com funcionalidades de Gestão Escolar / Conselho Tutelar”. O prazo de vigência é de um ano (doze meses), a partir de 21 de setembro de 2016. O número do processo: 0006205/2016. Modalidade de licitação: Inexigibilidade. E é aí que a jornalista cai para cima do governador, que ela insiste em chamar de “o mais irresponsável do Brasil”.

“Um dos sócios chegou a fazer doação para Wellington Dias quando ele era candidato. Coisa mirrada, não era grande coisa não, mas durante a campanha vez por outras a empresa se beneficia, prestando algum serviço. Mas aí tem um quesito em licitação chamado moralidade. Eu sempre fico com a pulga do tamanho de um elefante quando uma empresa que prestou serviço para partido, para candidato, que está muito próxima de um candidato e de repente, não mais que de repente essa empresa ganha uma licitação. E quando vem um nomezinho que é diferente de dispensa de licitação. Governador, essa coisa de licitação é muito séria. Quando é que o senhor vai aprender, governador, que o povo é que é o patrão?”, questiona Joice.

O OitoMeia entrou em contato com a assessoria de imprensa da Seduc. A informação é a de que todos os contratos feitos pela secretaria de Educação são legais e em conformidade com o que é apreciado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE). Informa ainda que este projeto tem contribuído para diminuição da evasão escolar, que saltou de 16% para 13,5% do ano passado para cá.

Assista ao que disse Joice Halsseman:

Pesquisa Amostragem / TV Antena 10: W.Dias teria 50% e Firmino 18%

20/04/2017 - Atualizado em: 20/04/2017, 11:26 Publicado por: Redação OitoMeia

Nova pesquisa eleitoral sobre as Eleições 2018 no Piauí foi divulgada, na tarde desta quarta-feira (19/04). Desta vez encomendada junto ao Instituto Amostragem e divulgada no programa Bancada Piauí, da TV Antena 10.

O levantamento foi feito entre os dias 24 a 27 de março deste ano e ouviu 1.137 eleitores de 47 cidades do Piauí. A margem de erro é de 1,85%, para mais ou para menos.

Segundo a pesquisa Amostragem / Antena 10, se esses fossem os candidatos e a eleição fosse hoje, o governador Wellington Dias (PT) seria reeleito com 50,48% das intenções de votos.

O prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) estaria em segundo lugar com 18,73%, o senador Ciro Nogueira (PP) em terceiro com 4,49% e o presidente do SESI João Henrique (PMDB) 1,67%.  A opção não sabe / não opina teria 18,73% e a oção nenhum / nulo / branco teria 13,37%.

COMPARATIVO
Como o OitoMeia já tem feito, divulgando todas as pesquisas divulgadas para o pleito de 2018, o comparativo com as pesquisas já divulgadas seria o seguinte, contando apenas os dois mais bem colocados em todos os cenários:

Comparativo para governador:
-Instituto BrVox / 180graus (28/03): W.Dias 58,69% X Firmino 18%
-Instituto DataMax / Diário do Povo (15/03): W.Dias 56,57% X Firmino 37%
-Instituto Vox Populi / Meio Norte (18/04): W.Dias 55% X Firmino 20%
-Instituto Vox Populi / Meio Norte (19/04): W.Dias 50% X Firmino 18%

É possível esse confronto para 2018: Wellington Dias X Firmino Filho (Fotos: Divulgação)

Pesquisa Vox Populi / Meio Norte: W.Dias 55% versus Firmino 20%

18/04/2017 - Atualizado em: 18/04/2017, 09:20 Publicado por: Redação OitoMeia

Mais uma pesquisa eleitoral foi divulgada nesta terça-feira (18/04) com relação aos possíveis candidatos a governador do Piauí em 2018. Desta vez divulgada no jornal Meio Norte, feita junto ao Instituto Vox Populi.

A pesquisa foi realizada entre os dias 31 de março a 6 de abril onde foram entrevistados 1.600 eleitores de 52 municípios. A margem de erro é de 2,8%, para mais ou para menos.

O governador Wellington Dias (PT), segundo o levantamento, pré-candidato a reeleição, venceria a disputa se a eleição fosse hoje com 55% das intenções de votos. Mais atrás aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), como candidato da oposição, com 20% das intenções de votos.

Em terceiro lugar aparece o ex-prefeito e atual presidente da FMS em Teresina Silvio Mendes (PP), com 11% das intenções de votos. Atual presidente do SESI, João Henrique Sousa (PMDB) surge logo depois com 2% das intenções de votos. Ninguém / Branco / Nulo soma 6%. Não sabe / não responde 5%.

PARA PRESIDENTE
A pesquisa Vox Populi / Meio Norte também quis saber a opinião dos piauienses com relação aos pré-candidatos a presidente da República. Luís Inácio Lula da Silva (PT) aparece na frente com 70% das intenções de votos, muito a frente dos demais. Marina Silva (REDE) tem 7% e Aécio Neves (PSDB), Ciro Gomes (PDT) e Jair Bolsonaro (PSC) aparecem empatados com 5%. A opção Ninguém / Branco / Nulo tem 5% e a opção Não sabe / não responde 3%.

VOX POPULI VS BRVOX VS DATAMAX
O OitoMeia tem divulgado, desde o começo deste ano, todas as pesquisas eleitorais para as eleições 2018 e faz um comparativo com os números, para uma melhor avaliação do eleitor.

A primeira pesquisa divulgada foi a do Instituto DataMax, divulgada no jornal Diário do Povo no dia 15 de março e a segunda foi a do Instituto BrVox, divulgada no portal 180graus no dia 28 de março.

Como todas as pesquisas têm colocado com principais pré-candidatos o atual governador e o atual prefeito da capital, o comparativo tem sido feito apenas com estes dois nomes, podendo mudar até a eleição do próximo ano.

Comparativo para governador:
-Instituto BrVox / 180graus (28/03): W.Dias 58,69% X Firmino 18%
-Instituto DataMax / Diário do Povo (15/03): W.Dias 56,57% X Firmino 37%
-Instituto Vox Populi / Meio Norte (18/03): W.Dias 55% X Firmino 20%

Wellington Dias X Firmino Filho podem se enfrentar em 2018 (Fotos: Divulgação)

Mais três políticos do Piauí estão na lista da Odebrech com os apelidos ‘Transporte’, ‘Narigudo’ e ‘Menor’

17/04/2017 - Atualizado em: 17/04/2017, 08:28 Publicado por: Redação OitoMeia

Durante quase todo esse período de Semana Santa, o assunto que dominou o noticiário não foi outro: a ‘delação do fim do mundo’ ganhando força com a divulgação dos vídeos dos vários executivos da Odebrechet falando como funcionava as negociatas com políticos.

E enquanto muitos aproveitavam para curtir um bom descanso em família ou deliciar-se com muito bacalhau e chocolate, a jornalista Samantha Cavalca movimentou suas redes sociais ao analisar a vasta documentação revelada a respeito das delações da Operação Lava Jato.

Samantha achou (e publicou) coisas que não vimos / ouvimos / ou lemos em lugar nenhum. Como por exemplo na postagem em que informa que as obras dos Tabuleiros Litorâneos, no litoral do Piauí, também foram citadas pelos delatores. E mais três apelidos surgiram: TRANSPORTE, NARIGUDO e MENOR. Veja a postagem:

 

Falta saber quem seriam esses políticos com esses apelidos. Façam suas apostas!

Entrevista de Lula à Cinthia Lages, da MN, repercute: “Não sei o que vai acontecer comigo”

12/04/2017 - Atualizado em: 12/04/2017, 09:39 Publicado por: Redação OitoMeia

A entrevista feita pela jornalista Cinthia Lages, do grupo de Meio Norte de Comunicação, exibida em seu programa na rádio Jornal Meio Norte, ganhou repercussão em toda a imprensa nacional.

Na entrevista, concedida um dia depois de Marcelo Odebrecht, ex-presidente do Grupo Odebrecht, afirmar Lula é o “amigo” registrado na planilha de propinas milionárias da empreiteira, ele se disse vítima de “vazamentos mentirosos” e que não aceita o que chama de “bobagem” quando se fala em sua prisão.

Ao ser questionado sobre ser candidato a presidente da República, ele praticamente garantiu ao dizer que está disposto a enfrentar uma disputa eleitoral em 2018. “Todo santo dia tem vazamentos mentirosos, alguns canalhas vazando as coisas propositalmente, alguns canalhas divulgando da forma mais irresponsável possível, isso cansou o Brasil”, disse o ex-presidente

Lula voltou a falar que duvida que haja algum empresário no Brasil, “preso ou livre”, que diga que “o presidente Lula pediu cinco centavos ou dez centavos para ele”. “Não posso ficar aceitando essa bobagem de quando é que vão prender o Lula. Podem prender quem quiser para me denunciar. Eu estou muito tranquilo e espero que apresentem uma prova contra mim, só isso”.

Veja trecho onde Lula diz que acha que o povo brasileiro tem “saudade” do tempo em que ele foi presidente da República. “Eu cuidava do povo. A arte de governar é a arte de você cuidar do povo. O governo tem que agir como um coração de mãe. Olhar sempre para aquele que está mais necessitado. E eu estou me preparando. Não sei o que vai acontecer comigo e estou muito preparado. Quanto mais eles me provocam, mais fico com vontade de concorrer. E eles sabem, têm consciência de que eu sou capaz de consertar esse País”. Assista como foi a entrevista:

A indigesta herança de Ubiraci Rocha para João Malato

07/04/2017 - Atualizado em: 07/04/2017, 17:52 Publicado por: Redação OitoMeia

Desde a tarde do último dia 24 de fevereiro, uma sexta-feira de Carnaval –geralmente uma data ‘morta’ para a imprensa, já que boa parte das pessoas estão mais preocupadas com festa do que ler notícia– João Malato é o promotor responsável pelo até hoje misterioso Caso Fernanda Lages.

João Malato: cabe a ele apresentar respostas sobre o Caso Fernanda Lages (Foto: Divulgação)

E Malato tem uma dificil e complicada missão pela frente. Herdou do promotor Ubiraci Rocha, que abandonou o caso sem dar as explicações que a família tanto esperava. Cabe agora ao novo promotor dizer quem é (e se existe) o “assassino do pé 42”. Ubiraci, ao lado de Eliardo Cabral, hoje aposentado, concederam mais de 100 entrevistas dando afirmações neste sentido.

Agora Malato é quem tem a obrigação de esclarecer para a sociedade de uma vez por todas o que de fato aconteceu à jovem Fernanda Lages, encontrada morta na manhã de 25 de agosto de 2011, dentro do canteiro de obras do Ministério Público Federal, na avenida mais movimentada de Teresina. A pergunta que todos querem saber: Fernanda Lages se matou ou foi assassinada?

O novo promotor tem nas mãos a mais cara, profunda, detalhada investigação policial já feita no Brasil sobre um corpo. Para quem não lembra, na época, tanto a Polícia Civil do Piauí como a Polícia Federal investiram tudo que podiam para tentar desbaratar o assassino que os promotores garantiram existir. Palavras do delegado Freitas, da Policia Federal, que esteve a frente das investigações na época, anunciaram esta como a operação mais cara da PF em toda história. Especialistas, peritos do Brasil inteiro pararam tudo que estavam fazendo para contribuir no inquérito aberto no Piauí.

Ubiraci Rocha: abandonou o Caso Fernanda Lages (Foto: Reprodução)

O promotor João Malato tem agora, a responsabilidade e obrigação de esclarecer, principalmente à família de Fernanda Lages, o que de fato é verdade neste caso permeado por tantos desencontros. Claro que não foi ele quem prometeu anunciar um nome, mas sim Ubiraci Rocha -que anunciou sua saida dia 24/02- e  Eliardo Cabral –hoje aposentado. Mas, como costumam dizer, o trabalho do Ministério Público é “impessoal”. Quem tem que ser cobrado agora é o MP como o todo. E Malato por ser ele agora o responsável por um dos casos mais emblemáticos da história.

Vale lembrar: ele tem três opções. 1-Poderá pedir por novas diligencias, mesmo após seis anos; 2- Poderá fazer uma denúncia, caso contrarie os autos, que não apontam materialidade e nem autoria; 3-E por fim poderá arquivar o caso, dando por encerrada toda a polêmica em torno do Caso Fernanda Lages. O promotor Regis Marinho, que se sentiu acusado pelo promotor Ubiraci Rocha de sumir cm um volume das investigações, confidenciou a um amigo advogado que leu todo o inquérito policial durante as férias do promotor Ubiraci Rocha e afirmou que não existe nenhuma prova ou evidência que aponte um suspeito nos autos. Para ele o exibicionismo dos dois promotores, há epoca, foi uma grande irresponsabilidade. “Só queriam mesmo era aparecer”, teria dito Regis a uma fonte.

Caso a opção do promotor João Malato seja a do arquivamento, ficará na obrigação de expor para a opinião pública, com argumentos concretos, onde estão os erros deste processo e quem os cometeu. Deverá explicar quem implantou na cabeça da sociedade que existe um culpado, um assassino e tentar explanar porque a razão disso tudo. Sob pena de ficar numa situação de suspeição de estar protegendo os, como anunciaram Ubiraci e Eliado, “poderosos figurões” que foram apontados como culpados pela morte de Fernanda Lages. E agora promotor João Malato, quem matou Fernanda Lages?

Eliardo Cabral, fora do caso, atua em igreja evangélica (Foto: Divulgação)

Leia mais sobre o Caso Fernanda Lages

Eliardo, depois de quase 6 anos, volta a falar sobre o Caso Fernanda Lages: Jivago foi injustiçado”

Caso Fernanda Lages: Onde está o assassino do ‘pé 42’ revelado pelo MP?

“Não me sinto confortável”, diz Ubiraci Rocha ao deixar caso Fernanda Lages

Caso Fernanda Lages: promotor Régis reencontra “documento perdido” e responde

Caso Fernanda Lages: Trabalho de Cleandro, Regis e de todo o MP colocado em xeque

Caso Fernanda Lages: Promotor Regis assume lugar de Ubiraci e constata “processo parado

João Malato fala sobre assumir Caso Fernanda Lages; Ubiraci e Regis respondem

“Morte sem dor”, teria dito Fernanda Lages após negar suicídio em carta psicografada

W.Dias atende pedido de Elmano e beneficia Paulo Roberto com cargo no Governo

07/04/2017 - Atualizado em: 07/04/2017, 10:30 Publicado por: Redação OitoMeia

Num pedido feito pelo senador Elmano Ferrer (PMDB), ainda do tempo em que estava no PTB, o ex-vereador Paulo Roberto da Iluminação (PTB) deve ser contemplado pelo governador Wellington Dias (PT).

A ideia é criar a superintendência de Articulação Política em secretaria. O nome que estaria certo para assumir era o do vereador de Teresina Dudu (PT), que se afastaria da Câmara em favor de Paulo Roberto.

No entanto Dudu não se animou tanto com a proposta e prefere ficar na Câmara, onde tem papel de destaque como líder da oposição ao prefeito Firmino Filho (PSDB). Se Dudu não for, Paulo assume a função. O projeto já foi levado para aprovação na Assembleia Legislativa.

Mão Santa não descarta ser candidato a vice e lembra que é a segunda vez que recebe esse convite

06/04/2017 - Atualizado em: 07/04/2017, 09:32 Publicado por: Redação OitoMeia

O prefeito de Parnaíba Mão Santa (SDD), ao receber o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), pré-candidato a presidente da república nas Eleições 2018, admitiu que pode aceitar o convite para ser candidato a vice numa chapa formada pelos dois.

Bolsonaro disse e repetiu que veio ao Piauí para iniciar um “namoro” com Mão Santa neste sentido. O prefeito parnaibano, ao receber o parlamentar com largo sorriso, não apenas agraeeceu, como lembrou que é a segunda vez que recebe esse tipo de convite.

“Ninguém sabe o destino de ninguém. Esta é a segunda vez que me chamam para ser candidato a vice-presidente. A primeira vez foi com o Geraldo Alckmin (eleição de 2006), mas eu não podia… Desta vez… Vamos ver”, afirmou o prefeito e ex-senador.

“Seria uma honra ter o Mão Santa ao nosso lado. Afinal sou admirador dele desde quando foi senador da República e muita coisa do que aconteceu no Brasil ele já acertou naquele tempo”, disse o deputado do PSC do Rio de Janeiro, referindo-se às críticas que Mão Santa fazia a Lula em seus dois mandatos, de 2002 a 2010.

Caú, presidente do Sebrae e da Faepi, morreu enquanto participava de uma reunião de trabalho

06/04/2017 - Atualizado em: 06/04/2017, 09:26 Publicado por: Redação OitoMeia

Presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e presidente da Federação da Agricultura do Estado do Piauí (Faepi), Carlos Augusto Melo Carneiro da Cunha, o Caú, faleceu aos 75 anos, vítima de um infarto fulminante na noite desta quarta-feira (05/04).

Caú morreu fazendo o que mais gostava: trabalhar (Foto: Divulgação)

Para quem não o conhecia, Caú era um defensor de projetos na área de agricultura do estado. Advogado, era pós-graduado em direito agrário e procurador federal aposentado da Advocacia Geral da União. Ele estava em atividade, numa reunião na sede do Ministério da Agricultura em Teresina, quando começou a passar mal.

Uma ambulância do SAMU foi acionada, mas já era tarde demais. Amigos e diretores do Sebrae-PI e Faepi, além de outros órgãos, que o acompanhavam, ficaram chocados ao ver Caú já sem vida. O agropecuarista andava de cadeira de rodas desde quando sofreu um AVC, em 2009. Era casado com a vereadora de Campo Maior, Silvia Maria de Brito, e deixa um filho. O velório ocorre desde a madrugada na capela da Pax União, avenida Miguel Rosa, centro de Teresina.

pesquisar no blog