Allisson Paixão

Regina Sousa, que evitou participar de bate boca, compara reação da Polícia com a Ditadura Militar

24/05/2017 - Atualizado em: 24/05/2017, 19:16 Publicado por: Redação OitoMeia

Em pronunciamento nesta quarta-feira (24/05), a senadora Regina Sousa (PT) comparou a atuação da polícia na manifestação desta quarta-feira na Esplanada dos Ministérios com as agressões cometidas durante o período da ditadura militar.

Regina afirmou que estava no protesto, quando os policiais começaram a soltar bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo. Disse que quando isso aconteceu, estava em cima do caminhão de organização do protesto e, passando mal, teve que sair de lá.

Para a senadora, o governo de Michel Temer quer passar a impressão que o país vive momentos de tranquilidade, quando a realidade é totalmente distinta.

“Esse país não está vivendo tranquilidade nenhuma. Esse país está efervescendo. Esse país está um caos. E as pessoas querem enganar quem? Eu não sei”, protestou a senadora piauiense.

FOGO CRUZADO
A senadora esteve no meio de um fogo cruzado durante bate boca do Senado. Ao lado da colega de partido Gleisi Hofman, ela não esboçou reação ao perceber uma acalorada discussão. O vídeo tem sido compartilhado em grupos de Whatsapp. Assista:

Pela primeira vez, W. Dias admite dificuldade e ameaça à folha de pagamento

24/05/2017 - Atualizado em: 24/05/2017, 18:46 Publicado por: Redação OitoMeia

O governador Wellington Dias (PT), pela primeira vez, falou abertamente sobre uma dificuldade financeira que o Piauí pode enfrentar por conta do agravamento da crise política que passa o País.

E pela primeira vez deixou claro que essa crise é uma espécie de ameaça a um feito que ele se destacou como um dos poucos governadores do País: manter a folha de pagamento dos servidores públicos do estado em dia.

À TV Cidade Verde, W.Dias desabafou em entrevista feita pelo jornalista Elivaldo Barbosa: “Dentro do Brasil, o Piauí fez um esforço para manter o pagamento prioritário da folha dos servidores, garantir serviços em atividade, não perder capacidade de investimento. Agora vamos viver um momento muito delicado. Eu estive em Brasília e a gente percebe claramente que é um momento muito delicado”.

Governador Wellington Dias (Foto: Reprodução da TV)

Robert Rios admite convite do PSDB para formar a chapa de oposição

24/05/2017 - Atualizado em: 24/05/2017, 10:21 Publicado por: Redação OitoMeia

O deputado estadual Robert Rios pode realmente deixar o PDT e filiar-se ao PSDB para formar uma chapa de oposição ao governador Wellington Dias (PT) nas eleições 2018.

Robert admite ter recebido convite dos colegas deputados Luciano Nunes, Marden Menezes e do prefeito de Teresina Firmino Filho. “Pelo visto, eles serão oposição e eu só vou para o lado de quem for oposição ao governo atual”, argumentou.

Ex-tucano, o parlamentar deixou o PSDB em 2002 para fazer o contrário do que pretende fazer agora. Naquela época ele saiu para se filiar ao PCdoB e tornar-se governista, quando o chefe do executivo era justamente Wellington, no seu primeiro mandato.

Robert Rios (Foto: Divulgação)

Wellington Dias determinada retirada do Nucepe do concurso da PM-PI

23/05/2017 - Atualizado em: 23/05/2017, 10:24 Publicado por: Redação OitoMeia

O governador Wellington Dias (PT) determinou a retirada do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe) da organização do concurso da Polícia Militar do Piauí e imediata contratação de outra instituição organizadora.

Governador Wellington Dias (Foto: Divulgação)

Claro que a motivação foi a constatação de mais uma fraude envolvendo o Nucepe no concurso realizado no fim de semana passado. W.Dias age de maneira rápida afim de evitar piadinhas que até agora se limitam ao núcleo, mas pode manchar a imagem de todo o estado.

É que concursos como esse, da PM-PI, atraem candidatos de todos os cantos do Brasil. O cancelamento do concurso virou notícia em todos os veículos de comunicação do País. Enquanto isso a Polícia Civil, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), investiga outras possíveis fraudes, como no concurso da Polícia Civil.

Leia também: Como Nucepe derreteu sua credibilidade como banca de concursos e o que pode fazer para mudar

Morre o ex-diretor do HGV, ex-deputado Doutor Chico Ramos

22/05/2017 - Atualizado em: 22/05/2017, 10:28 Publicado por: Redação OitoMeia

Médico, ex-diretor do Hospital Getúlio Vargas (HGV), ex-deputado e ex-vereador, Francisco Ramos, mais conhecido como Doutor Chico Ramos, faleceu por volta das 5h desta segunda-feira (22/05).

Neurocirurgião e político que defendeu a área da saúde, Doutor Chico Ramos construiu um nome na sociedade piauiense. O velório acontece na manhã desta segunda no salão nobre da Assembleia Legislativa.

Chico Ramos (Foto: Reprodução)

O PSB do Piauí divulgou uma nota de pesar sobre o falecimento do ex-deputado estadual. Na nota o presidente do PSB, ex-governador Wilson Martins, ressalta a importância de Francisco Ramos para o partido. ” Dr Chico Ramos, de rara sabedoria, soube compartilhar com os mais jovens aquilo de mais precioso, o conhecimento e a experiência”, diz o texto.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA: 

Nesta segunda, 22 do mês de Maria, de sol ardente e brilhante, uma suave brisa que sopra do leste nos trás a triste notícia da partida de um grande amigo. É uma pena, perdemos o nosso querido companheiro, Francisco Ferreira Ramos, Chico Ramos ,Ramos,  Doutor Ramos, ou simplesmente Francisco, como sempre o nomina a esposa, nossa querida Cleusa. 

Deputado Estadual pelo PSB-40 PI, Professor da UFPI, Médico Neurocirurgião, Escritor e sobretudo, companheiro e amigo. Um grande amigo. De inteligência privilegiada, sempre norteada para o bem, decente e firme em suas convicções . Um lutador, homem dedicado à família. Um cidadão, daqueles que orgulha os amigos. Dr Chico Ramos, de rara sabedoria, soube compartilhar com os mais jovens aquilo de mais precioso, o conhecimento e a experiência.

Meu querido professor e companheiro Francisco Ramos, deixastes o exemplo de caráter, do bem proceder, do que é ser amigo, da serenidade, da disciplina, da dedicação, do respeito, da moral e da ética.

Um legado de vida! Apenas passastes para o outro lado do caminho, lá na frente vamos nos encontrar…Nós que aqui ficamos, inspirado no amigo, seguiremos em frente. A vida continua…não sabemos se do mesmo jeito, mas com certeza, para homenageá-lo, ainda será bela e combativa, como deve ser sempre!Saudades.

Wilson Nunes Martins

Presidente Estadual do PSB

 

O  Governo do Estado do Piauí  também lançou uma nota lamentando a morte de Francisco Ramos. Na nota está destacada a importância do médico para o estado.  “Foi responsável pela fundação da Clínica Neurológica do hospital e pela ampliação de vários setores. Além de médico, exerceu os cargos de deputado estadual e vereador de Teresina, prestando importantes serviços ao estado”, diz a nota.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA 

O Governo do Estado do Piauí lamenta profundamente o falecimento, na manhã desta segunda-feira (22), do médico Francisco Ramos. Neurocirurgião, o dr. Chico Ramos foi médico do Hospital Getúlio Vargas por mais de 50 anos, onde exerceu o cargo de diretor-geral por vários anos.

Foi responsável pela fundação da Clínica Neurológica do hospital e pela ampliação de vários setores. Além de médico, exerceu os cargos de deputado estadual e vereador de Teresina, prestando importantes serviços ao estado.

Também deixou sua contribuição na literatura, pois escreveu quatro livros sobre saúde pública. Neste momento de dor, reconhecemos todo o seu legado de dedicação profissional e pessoal. Esperamos que amigos, familiares e admiradores encontrem no seu exemplo, o conforto necessário para superar a perda.

Governo do Estado do Piauí

Senador Elmano Ferrer é vítima de golpe: conta de Whatsapp foi clonada

21/05/2017 - Atualizado em: 21/05/2017, 08:26 Publicado por: Redação OitoMeia

O senador Elmano Ferrer (PMDB) foi vítima de uma nova modalidade de golpe que tem dado trabalho à Polícia e às operadoras de telefonia celular.

É um crime virtual onde os bandidos clonam contas de Whatsapp e tentam se passar pelo titular da conta para pedir dinheiro aos amigos, parentes e grupos que ele faz parte.

Senador Elmano Ferrer (Foto: Divulgação)

O OitoMeia teve acesso ao conteúdo de uma das conversas onde o golpista tentou se passar pelo senador Elmano Ferrer. Ele fez um pedido em um grupo que possui empresários, advogados, médicos e outros profissionais com quem o parlamentar tem uma relação de amizade.

“Amigos, alguém aqui utiliza o aplicativo do Banco do Brasil no telefone celular que possa me ajudar?”, perguntava o golpista. Imediatamente vários responderam que sim e o ‘Elmano fake’ respondia: “Vou conversar no privado (conversa em particular pelo Whatsapp)”.

O teor da conversa no ‘privado’ era a solicitação de um determinado valor, que para alguns foi de R$ 5 mil e para de R$ 15 mil. A alegação era a de que o senador não estava conseguindo transferir o valor de sua conta por ter, segundo ele, ultrapassado o limite de transferências e movimentações financeiras.

Alguns dos integrantes do grupo acharam estranho e entraram em contato com assessores do senador, que negaram ser Elmano solicitando dinheiro via Whatsapp. Imediatamente excluíram o número do ‘Elmano fake’ e levaram o caso até o próprio senador. Ele levou o caso até a Polícia do Senado e reclamou à operadora.

Segundo a assessoria do senador Elmano Ferrer, a Polícia do Senado e operadora, que é a Vivo, iniciaram a investigação e já descobriram quem era o criminoso virtual que se passou pelo parlamentar piauiense. Recentemente o programa Fantástico da Rede Globo mostrou como funciona este golpe: para clonar a conta de Whatsapp os falsários chegam a tirar do ar o celular original da vítima e passam a ter controle sobre a conta de Whatsapp dela já que o aplicativo usa apenas o número, mesmo sem estar necessariamente ativo. A recomendação da Polícia é evitar atender pedidos urgentes de alguns contatos.

Por causa de denúncias envolvendo Aécio, vereador de Teresina anuncia que quer sair do PSDB

19/05/2017 - Atualizado em: 19/05/2017, 19:46 Publicado por: Redação OitoMeia

O vereador Joninha (PSDB) manifestou o desejo de sair do partido após a denúncia de que o presidente do partido, senador afastado Aécio Neves, teria recebido propina da empresa JBS no valor de R$ 60 milhões.

Joninha disse que estuda a possibilidade de migrar para outro partido por ter uma “conduta respeitada” e não gostaria de misturar a sua imagem à de alguém, principal liderança do partido, sendo acusado de corrupção.

Vereador Joninha (Foto: Divulgação)

“Eu tenho uma história, tenho uma conduta respeitada e não admito estar num partido onde há uma principal liderança respondendo a acusações como esta. Estou vendo a possibilidade, analisando outros partidos e isso pode sim acontecer”, disse Joninha.

Vale lembrar: desde o começo deste mandato Joninha tem demonstrado algumas insatisfações com o PSDB piauiense e sobretudo com o prefeito de Teresina Firmino Filho, o principal nome tucano no estado. Principalmente depois dos cortes feitos na PMT em março passado.

W. Dias se manifesta sobre crise envolvendo Temer: “Se há corrupção, tem que ser investigado”

18/05/2017 - Atualizado em: 18/05/2017, 22:25 Publicado por: Redação OitoMeia

O governador Wellington Dias (PT), direto da Europa, onde busca investimentos para o Piauí, gravou um vídeo e postou em suas redes sociais tratando da nova crise política que passa o País agora envolvendo o atual presidente Michel Temer (PMDB).

W.Dias considera que “independente se é com alguém do meu plano político”, se há comprovação de envolvimento com a corrupção, “tem que ser investigado, tem que ser punido”.

Ele disse que tem acompanhado preocupado com essa situação, pois essa crise afeta a estabilidade econômica do País. “Eu me preocupo e estamos marcando na minha chegada no sábado uma reunião com os governadores. O que quero passar como recado: temos que trabalhar para que o Brasil tenha uma estrutura solida”.

Assista:

Deu no Face da jornalista Samantha Cavalca: Firmino perplexo com possível afastamento de Aécio

18/05/2017 - Atualizado em: 18/05/2017, 14:08 Publicado por: Redação OitoMeia

Em meio a toda um dia turbulento na Política do País, está valendo a pena acompanhar o Facebook da jornalista Samantha Cavalca. Quem quer informação quentinha, especialmente se for voltada para o Piauí, basta acessar lá.

Segue o endereço: www.facebook.com/samantha.cavalca. Samantha usa bem de suas redes sociais para repassar informações valiosas desse clima de indefinições após o presidente da República Michel Temer (PDMB) e o senador Aécio Neves (PSDB) terem sido gravados por delatores da JBS.

Jornalista Samantha Cavalca (Foto: Reprodução)

Uma das informações que só a Samantha deu trata-se da opinião do prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), sobre Aécio, que preside o seu partido. Firmino vê o pedido de afastamento de Aécio com “perplexidade”. Ele comentou, segundo Samantha, que espera que “a Justiça separe o joio do trigo e que o Brasil volte a caminhar de pé”.

Detalhe: em outra postagem próxima a essa de Firmino, a jornalista informa que um senador do PSDB, que não deixou revelar o nome, lhe disse que a bancada tucana estuda afastar Aécio imediatamente da presidência do partido e repassar o cargo ao ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso.

Samantha também tem enviado áudios a alguns grupos de Whatsapp repassando informações quentinhas, como o Grupo ‘Leitores do OitoMeia’. Para entrar neste grupo e receber informações atualizadas do portal, basta solicitar pelo número 86 98119 5253.

Assis Carvalho defende saída imediata de Michel Temer e posta pedido de impeachment

18/05/2017 - Atualizado em: 18/05/2017, 08:56 Publicado por: André Luis

O deputado federal Assis Carvalho (PT) postou ontem (17/05) uma foto em seu Instagram demostrando ser a favor da saída imediata do Presidente Michel Temer (PMDB) após ser flagrado autorizado pagamento comprando o silêncio de Eduardo Cunha (PMDB).

Na legenda da foto postada em sua rede social o deputado Assis Carvalho chama o presidente Michel Temer de “golpista” e “usurpador”, além de pedir pelo seu impeachment e renúncia: “IMPEACHMENT JÁ! RENUNCIA JÁ! O golpista e usurpador não tem, nem nunca teve, legitimidade para presidir o Brasil. Fora Temer! Impeachment já!”.

Veja na íntegra:

Imagem postada no Instagram de Assis Carvalho (Foto: Reprodução)

*Colaborou: André Luís

pesquisar no blog