23/02/2017 (86) 98119-5253

Cidades

UPA de São Raimundo Nonato é referência no Sul do Piauí

A UPA de São Raimundo Nonato torna-se referência para a assistência de urgência e emergência na região da Serra da Capivara

08/01/2017 - Atualizado em: 08/01/2017, 17:10 Publicado por: Sávia Barreto

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Raimundo Nonato torna-se referência para a assistência de urgência e emergência na região da Serra da Capivara, com capacidade em atender até 150 pacientes por dia. No primeiro plantão, das 19h às 7h da manhã, do sábado (7) ao domingo(9), a procura foi intensa, com a maioria dos atendimentos de baixa complexidade e cinco classificados como grave, de média complexidade.

UPA de São Raimundo Nonato (Foto: Ascom Sesapi)

UPA de São Raimundo Nonato (Foto: Ascom Sesapi)

De acordo com o diretor do Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, Rogério Castro, o primeiro plantão foi tranquilo, mas que logo nos primeiros 10 minutos de abertura da Unidade, dois pacientes em ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) deram entrada na UPA, referência no pronto-atendimento. “Tivemos um plantão tranquilo, com atendimentos tanto de pacientes de São Raimundo Nonato como de municípios de seu entorno. Tudo ocorreu dentro da normalidade, com a UPA totalmente estruturada, tanto em equipamentos, como em insumos e pessoal, para o pronto atendimento”, explica.

A primeira paciente foi Fabíola Aquino, 25 anos de idade, com quadro de encefaleia intensa. Medicada, a paciente logo pôde voltar pra casa. Outro caso foi o senhor Luís Ferreira dos Santos, de 68 anos de idade, em estado gravíssimo, com Acidente Vascular Encefálico (AVE) e embolia pulmonar, com quadro associado a hipertensão e taquicardia, também foi atendido e, nesse caso, está sob os cuidados da equipe médica, chefiada pelo cardiologista Ary Sérgio. O filho do seu Luís, o Luís Filho, expressão sua gratidão pelo atendimento ao pai, que está em observação e estabilizado. “Meu pai foi muito bem atendido, o atendimento geral foi muito eficiente. Temos que agradecer ao governador Wellington Dias por ter feito essa UPA aqui em nossa cidade. E agradecer também a equipe médica e de enfermeiros, que está sempre pronto para atender a população”.

Castro explica que, com a abertura da UPA, os primeiros atendimentos serão realizados ali e estabilizados, e havendo necessidade, serão encaminhados ao Hospital Regional ou outro hospital de referência. “Somente aqueles casos mais graves, de alta complexidade, serão encaminhados para Teresina. Com a UPA, teremos melhores condições de atendimentos, com uma assistência qualificada”, relata o diretor.

A assistência também munda no Hospital Regional, como afirma Castro. “Estamos organizando o fluxo de atendimento, redefinindo o seu perfil, que passa agora a ser um hospital de retaguarda, voltado à atenção aos cuidados da mulher e neonatal, sendo porta aberta somente para obstetrícia e retaguarda para a UPA e referência para todo o território”.

Urgência cardiológica

Durante a inauguração, realizada no último dia 6, o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, anunciou a implantação da Linha de Cuidados de Infarto do Miocárdio na Unidade de Pronto Atendimento(UPA), de São Raimundo Nonato, assim como na Unidade de Oeiras.

“No caso do paciente está sob suspeita de infarto, será submetido, através da telemedicina, a um laudo de eletrocardiograma, a exame da dosagem das enzimas cardíacas e, se confirmado o caso de ter indicação, podemos fazer aqui na UPA o trombolítico que provoca a desobstrução da artéria que está provocando o infarto. Assim, vamos salvar mais vidas, então é essa associação da tecnologia, com a estrutura aqui montada salvar vidas no nosso estado. Então é nesse modelo que vamos continuar trabalhando”, afirmou Costa.

A UPA oferece atendimento 24 horas de urgência e emergência, para a população de até 140 mil habitantes, cobrindo 18 municípios, além de demanda espontânea de pacientes da Bahia, estimados em cerca de 60 mil. Com capacidade em atender até 150 pacientes por dia, a UPA realizará atendimentos clínicos, pediátricos e traumatológicos. Para os casos de maior complexidade, através da Central de Regulação, o paciente será encaminhado para um hospital de referência. Com a inauguração da UPA, o Hospital Regional Senador José Cândido Ferraz funcionará como hospital de retaguarda.

comentários